LÉXICO


A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
abaixamento das juntas - via
Desnivelamento das juntas.
abaixamento das juntas de carril - via
Abaixamento do apoio das travessas nas zonas das juntas de carris.
abastecimentos - geral
Aprovisionamentos.
abate - aprovisionamentos; ambiente
Passagem de qualquer material à situação de prescindível.
abate ao inventário - geral
Eliminar no inventário qualquer material ou equipamento que deixou de ser necessário.
abate ao serviço - geral
Colocação fora de serviço.
abate aos inventários - geral
Eliminar dos inventários qualquer material ou equipamento que deixou de ser necessário.
abertura - via
Espaço entre o carril e o contra-carril.
abertura - estruturas; pontes
Vão de uma ponte.
abertura à exploração - exploração
Disponibilização de uma qualquer instalação ferroviária à circulação de composições.
abertura da catenária - catenária
Distância entre o cabo suporte e o fio de contacto nos apoios.
abertura de fenda - construção civil
Alargamento de uma junta ou fenda.
abertura de um túnel - estruturas; túneis
Construção de uma geocavidade.
abertura de uma linha - exploração
Disponibilização diária de uma linha à exploração.
abertura de uma linha - exploração
Disponibilização de uma linha à exploração.
abertura de uma linha ao tráfego - exploração
Disponibilização de uma linha à exploração.
abraçadeira - geral
Aro ou anel metálico com a função de unir peças diferentes ou cintar uma peça por forma a conferir-lhe maior robustez.
abraçamento da via - material circulante; via
Propriedade de um veículo (por exemplo do comboio magnético TRANSRAPID) cuja estrutura mecânica abraça ou envolve os elementos da via que suportam as cargas, por forma a tornar impossível o descarrilamento ou o tombamento.
abraçamento exterior - material circulante
Concepção típica do comboio magnético (sistema EMS), em que os dispositivos de guiamento e de sustentação envolvem ou abraçam a via, garantindo assim a segurança de marcha.
abraçamento interior - material circulante
Concepção utilizada nos primeiros veículos magnéticos experimentais (por exemplo o TR 04), em que os dispositivos de guiamento e de sustentação se apoiam contra as faces interiores da via. Esta solução foi posta de parte devido ao elevado custo da estrutura de sustentação e aos inconvenientes aerodinâmicos.
abraçando a via - material circulante
Propriedade de um veículo (por exemplo do comboio magnético TRANSRAPID) cuja estrutura mecânica abraça ou envolve os elementos da via que suportam as cargas, por forma a tornar impossível o descarrilamento ou o tombamento.
abrasão - geral
Perda de material (desgaste) por atrito entre dois elementos, tais como a roda e o carril, ou o fio de contacto e o pantógrafo.
abrigo de estação - construção civil
Cobertura da(s) plataforma(s) de uma estação.
absorção - telecomunicações
Serviço adicional que impõe à estação receptora a destruição de todo e qualquer pacote que contenha este atributo.
absorvente de ruído - via
Elemento construtivo destinado a reduzir a energia vibratória da roda, por exemplo por combinação metal/borracha, a fim de diminuir o nível de ruído irradiado.
acção estática - estruturas
Efeito de uma ou mais cargas que não estejam em movimento.
accionamento de gerador por roda bobinada - material circulante
Sistema de accionamento de um gerador de potência embarcado num sistema EDS com carris de reacção para a sustentação. Uma roda com bobinas de excitação supercondutoras é colocada muito próximo dos carris de reacção; as correntes de Foucault induzem forças rotativas na roda, a qual pode accionar um gerador rotativo.
acções sobre a super-estrutura - via
Forças estáticas e dinâmicas que se exercem sobre a super-estrutura da via, incluindo as fixações dos carris (material miúdo) e o balastro (leito de balastro). Estas forças, que são provenientes dos veículos em movimento, devem ser transmitidas o mais uniformemente possível à infra-estrutura da via.
aceleração limite - via
Valor da aceleração máxima admissível por questões de conforto, de segurança da carga transportada ou de segurança da circulação (velocidade de passagem à via desviada).
Aceleração no arranque - material circulante
Aceleração inicial de um veículo. Está limitada pela potência instalada e, no caso do sistema roda/carril, pela aderência.
aceleração residual - material circulante
Aceleração que um veículo pode ainda adquirir depois de atingir a velocidade máxima.
aceleração transversal - via
Aceleração perpendicular ao sentido de marcha, devida à força centrífuga em curva ou a defeitos de geometria da via. A aceleração transversal sentida pelos passageiros pode ser reduzida ou mesmo inteiramente compensada pela escala da via.
aceleração transversal não compensada - via
Componente da aceleração transversal que actua paralelamente ao piso do veículo e influi no conforto dos passageiros. Em curva, esta aceleração pode ser reduzida através da escala da via ou por um sistema de inclinação activo da caixa do veículo.
acelerador de frenagem - material circulante
Órgão que, em caso de apertos rápidos, permite aumentar a velocidade de propagação da frenagem reduzindo muito rapidamente a pressão na conduta geral abaixo de 2,5 bar, em todo o comboio, garantindo assim o crescimento mais rápido da pressão no cilindro do freio, inclusive nos últimos veículos.
acelerómetro - material circulante
Aparelho montado sobre um ou mais bogies, que envia ao dispositivo de inclinação da caixa um sinal função da aceleração transversal do bogie, que é aproximadamente proporcional à força centrífuga a que são sujeitos os passageiros.
acendimento à aproximação - sinalização
Sistema segundo o qual um sinal só acende à aproximação de um comboio.
acessibilidade - exploração
Indicador destinado a medir as relações temporais entre uma origem e os destinos repartidos no espaço (tempo de viagem; tráfego origem-destino).
acessibilidade - geral
Facilidade em alcançar as partes ou componentes de um mecanismo. É um factor importante para a manutibilidade e a facilidade de reparação, bem como para os custos de manutenção ou reparação.
acesso rodoviário a uma obra - via
Estrada construída de raiz ou resultante da modificação de uma outra já existente, destinada a servir o local de uma obra. Depois de acabada a obra, pode ser eliminada ou conservada como acesso de emergência, por exemplo a túneis situados em linhas novas, em caso de acidente.
acidente ferroviário - exploração
Toda a ocorrência verificada num determinado instante, perturbadora do normal desenvolvimento do serviço ferroviário, com implicações na regularidade e segurança da circulação e da qual resultam vítimas e/ou danos materiais nas instalações e material ferroviário, nas mercadorias transportadas ou em bens pertencentes a terceiros.
ACK -
Sigla inglesa para "positive acknowledgement" que pode ser traduzido por "acusar de recepção positivo" que é um caractere de controlo de transmissão, emitido por um receptor como resposta afirmativa ao emissor.
acompanhante de carruagens - operador
Na CP, esta categoria só existe para os comboios internacionais e certos comboios especiais.
acoplador de linha - telecomunicações
Unidade funcional que assegura a execução dos procedimentos de transmissão na transferência de dados.
acoplamento com deslizamento - mecânica
Acoplamento que permite um certo deslizamento entre as partes em rotação, por exemplo acoplamento de pó magnético entre a parte esquerda e a parte direita de um eixo ou veio com regulação de deslizamento.
acoplamento de fluxo - electricidade
Acoplamento dos fluxos nos circuitos magnéticos, através da disposição dos diferentes enrolamentos.
acoplamento do freio - material circulante
Elemento flexível fixado em cada extremidade da conduta geral de todos os veículos, que serve para dar continuidade à conduta geral no comboio e garantir assim uma circulação contínua do ar comprimido ao longo deste.
acoplamento pneumático do freio - material circulante
Elemento flexível fixado em cada extremidade da conduta geral de todos os veículos, que serve para dar continuidade à conduta geral no comboio e garantir assim uma circulação contínua do ar comprimido ao longo deste.
acoplamento variável do conjunto motor-transmissão - material circulante
Motor de tracção que não está apoiado de forma tradicional, isto é, num eixo e no chassi do bogie (suspensão pelo nariz), mas, em vez disso, e dependendo das condições de serviço, está apoiado, seja no bogie (baixa velocidade, curvas de pequeno raio, massa não suspensa bastante elevada), seja na caixa do veículo motor (alta velocidade, curvas de grande raio, reduzida massa não suspensa). A mudança de acoplamento pode ser efectuada de forma activa, em função da velocidade, mas também de forma passiva, através de molas e amortecedores.
acordo quadro - geral
Acordo juridicamente vinculativo, de direito público ou privado, que estabelece os direitos e obrigações de um candidato e do gestor da infra-estrutura em relação à capacidade de infra-estrutura a repartir num período superior ao período de vigência de um horário técnico. Decreto-Lei nº270/2003 de 28 de Outubro
acordo relativo ao Transporte Internacional de Mercadorias por Caminho-de-Ferro - exploração
Abreviadamente designado por AIM que é a sigla francesa correspondente.
acordo relativo ao Transporte Internacional de Passageiros por Caminho-de-Ferro - exploração
Abreviadamente designado por AIV que é a sigla francesa correspondente.
actuação do comboio - material circulante
Acção exercida por um comboio sobre um aparelho de sinalização. 50(821)IEC
acusar de recepção não numerado -
Abreviadamente designado por UA, sigla inglesa correspondente a "unnumbered acknowledgement", este "acusar de recepção" é usado pelo DTE ou DCE para aceitar um comando de formato U (funções adicionais do controle da ligação).
acusar de recepção negativo -
Abreviadamente designado por NAK, sigla inglesa correspondente a "negative acknowledgement", este "acusar de recepção" é um caractere de controlo de transmissão, emitido por um receptor como resposta negativa ao emissor.
acusar de recepção positivo -
Abreviadamente designado por ACK, sigla inglesa correspondente a "positive acknowledgement", este "acusar de recepção" é um caractere de controlo de transmissão, emitido por um receptor como resposta afirmativa ao emissor.
adaptação ao gabari de electrificação - via
Adequação de uma qualquer instalação ferroviária por forma a permitir a circulação de material eláctrico.
aderência - via
Fenómeno que indica em que medida a acção de atrito entre roda e carril pode ser utilizada por um veículo para tracção ou frenagem.
aditivo - estruturas; betão
Substância que, adicionada ao betão, lhe confere características que permitem um melhor desempenho.
aditivo - geral
Substância que adicionada a um produto, por exemplo gasolina ou lubrificantes, lhes confere características que permitem um melhor desempenho.
admissão técnica - exploração
Procedimento pelo qual é permitida a circulação de material circulante ferroviário, depois de avaliada a sua conformidade com requisitos previamente estabelecidos. Decreto-Lei nº270/2003 de 28 de Outubro
aduela - estruturas; pontes; túneis
Cada uma das pedras que constituem o arco da abóbada, numa ponte de alvenaria ou no sustimento de um túnel.
AEIF - interoperabilidade
Abreviatura de Associação Europeia para a Interoperabilidade Ferroviária.
AF - electricidade
Sigla que designa alta frequência.
afastamento diafónico -
O afastamento diafónico é definido num ponto de um canal de transmissão perturbado, para um só canal de transmissão perturbador. É a expressão, em unidades de transmissão, da relação P1/P2, em que: P1 representa a potência aparente útil no ponto considerado quando, no canal perturbado, a potência aparente tem um determinado valor P no ponto de nível relativo 0; P2 representa a potência aparente desenvolvida por diafonia no ponto considerado quando, no canal perturbador, a potência aparente tem igualmente o valor P no ponto de nível relativo 0.
afectação - exploração
Alocação (por exemplo, de um veículo).
afectação - recursos humanos
Diz-se que um agente está afecto a um determinado órgão da Empresa quando aí presta serviço.
afectação - operador
Alocação (por exemplo, no tráfego de detalhe).
afectação de tempo - exploração; economia e finanças
Repartição de um determinado capital de tempo por diferentes espaços temporais despendidos com diferentes actividades (por exemplo o tempo de viagem).
afectação de tráfego - exploração
Para as relações origem-destino, imputação dos fluxos de tráfego aos diversos troços de um itinerário ou de uma linha, com vista a determinar o tráfego global desse itinerário ou dessa linha.
afectação de vias - exploração
Alocação de vias-férreas.
afectação dinâmica - telecomunicações
Acção de afectar os recursos de um computador às tarefas a cumprir, segundo critérios avaliados no momento em que a necessidade se apresenta.
afectação dinâmica de recursos - telecomunicações
Mecanismo de afectação de recursos no momento da sua utilização. Por exemplo, afectação dinâmica de memórias tampão necessárias a várias ligações.
afectação fixa de recursos - telecomunicações
Atribuição fixa dos recursos de um computador às tarefas a executar.
aferição - exploração
Aferição das relações causais, utilizadas nos modelos de procura de transporte, entre diferentes parâmetros admitidos e os resultados obtidos, tendo em conta factos empiricamente estabelecidos.
aferrolhamento - via
Medida de segurança destinada a manter a agulha na posição respectiva, geralmente através de dispositivos mecânicos, a fim de impedir, ou detectar a tempo, qualquer deslocamento indevido da agulha.
aferrolhamento de agulha - via
Medida de segurança destinada a manter a agulha na posição respectiva, geralmente através de dispositivos mecânicos, a fim de impedir, ou detectar a tempo, qualquer deslocamento indevido da agulha.
afinidade com a alta velocidade - via
Concordância entre as exigências da clientela potencial de um sistema de alta velocidade e o perfil da oferta desse sistema (qualidade de serviço).
afrouxamento - via
Redução de velocidade imposta à via, devido a uma qualquer anomalia e enquanto se prepara a sua reparação.
afrouxamento com paragem - via
Redução de velocidade imposta às circulações devido a uma qualquer inconformidade, em que se exige paragem à entrada do troço de via em que essa restrição deverá ser observada.
afrouxamento em plena via - via
Redução de velocidade imposta em plena via, devido a uma qualquer anomalia e enquanto se prepara a sua reparação.
afrouxamento sem paragem - via
Redução de velocidade na via, que não carece de paragem das circulações à entrada do troço em que essa restrição deverá ser observada.
agente de recurso - catenária
Abreviadamente designado por AR, é o agente designado e habilitado para, em caso de avaria no telecomando, manobrar em comando local, eléctrica ou manualmente, os aparelhos de corte de corrente existentes nos Postos de Catenária, Estações e congéneres.
agente que faz o reconhecimento - exploração
Por exemplo de carga, mercadorias ou de vagões.
agrafar o aro - material circulante
Acto que assegura a imobilização transversal do aro da roda sobre a pina.
agrafe - via
Dispositivo, também conhecido por "esquadro", através do qual -numa agulha elástica- é mantido o encosto da ponta da lança à contra-lança, não permitindo a sua abertura sem o movimento do aparelho de manobra. Diz-se que a agulha fica aferrolhada.
agrafo de aro - exploração
Perfil em aço que assegura a imobilização transversal do aro da roda sobre a pina.
agregação - exploração
Agrupamento de acções isoladas segundo características comuns. No âmbito dos modelos de previsão de tráfego, esse agrupamento é feito em função de critérios espaciais e temporais, da escolha do modo de transporte e dos motivos de deslocação.
agrupamento - telecomunicações
Em processamento de dados, reunião de alguns elementos formando um novo dado.
agrupamento internacional - exploração
Qualquer associação de pelo menos duas empresas de transporte ferroviário estabelecidas em diferentes Estados membros da União Europeia, com vista a fornecer serviços de transporte internacionais entre Estados membros. Decreto-Lei nº270/2003 de 28 de Outubro
agrupamento para Concessões de Viagem Internacionais do Pessoal dos Caminhos-de-Ferro - exploração
Abreviadamente designado por FIP.
agrupamento para Concessões de Viagem Internacionais dos Ferroviários - exploração
Abreviadamente designado por FIP.
agrupamento Trans-Europ-Express - exploração
Abreviadamente designado por TEE.
agulha - via
Aparelho de via constituído por carris, lanças e outras peças mecânicas, que se destina a assegurar a ligação tangencial de duas vias, permitindo a circulação dos comboios quer numa quer noutra via. 50(821) IEC
agulha aferrolhada - via
Agulha que dispõe de dispositivo de aferrolhamento, o qual garante a imobilização das lanças à passagem dos comboios.
agulha bivalente - via
Aparelho de mudança de via que incorpora equipamento dos sistemas roda/carril e Maglev, a fim de possibilitar o seu uso por ambos os sistemas. Serve, por exemplo, para permitir o acesso de comboios procedentes de linhas dos dois sistemas a uma via bivalente.
agulha com contra-balanço - via
Agulha cujo aparelho de manobra dispõe de contra-peso (em forma de disco ou cilindro achatado) que se destina a contrariar qualquer alteração do seu posicionamento.
agulha com lanças acopladas - via
Agulha cujas lanças estão rigidamente interligadas por meio de uma vara de ligação.
agulha com lanças independentes - via
Agulha cujas lanças não estão rigidamente interligadas.
agulha com lanças interligadas - via
O mesmo que agulha com lanças acopladas.Agulha cujas lanças estão rigidamente interligadas por meio de uma vara de ligação.
agulha com motor eléctrico - via
Agulha cujo aparelho de manobra é eléctrico.
agulha com motor hidráulico - via
Agulha cujo aparelho de manobra dispõe de motor hidráulico.
agulha comandada pelo veículo - via
Tipo de aparelho de mudança de via específico do sistema Maglev, em que magnetos auxiliares montados no veículo permitem o seu desvio para a via desejada. Não possui elementos móveis, mas sim componentes de sustentação e guiamento com lacunas, que condicionam o comprimento mínimo, a concepção e a disposição dos magnetos do veículo.
agulha de acesso à direita - via
Agulha em que a curvatura existente na contra-lança (junto do ponto onde encosta a ponta da lança) é para o lado direito.
agulha de acesso à esquerda - via
Agulha em que a curvatura existente na contra-lança (junto do ponto onde encosta a ponta da lança) é para o lado esquerdo.
agulha de cróssima móvel - via
Agulha com cróssima de ponta móvel.
agulha de deslocamento transversal - via
Aparelho de mudança de via em que os ramos directo e desviado estão incorporados no mesmo suporte. A movimentação transversal deste suporte permite fazer a mudança de itinerário.
agulha de entrada - via
Primeira agulha situada a jusante do sinal de entrada de uma estação que, relativamente a um comboio proveniente de plena via, seja tomada de ponta e dê acesso às linhas da estação. 50(821) IEC
agulha de lanças independentes - via
O mesmo que agulha com lanças independentes. Agulha cujas lanças não estão rigidamente interligadas.
agulha de lanças interligadas - via
O mesmo que agulha de lanças acopladas.Agulha cujas lanças estão rigidamente interligadas por meio de uma vara de ligação.
agulha de manobras - via
Agulha, geralmente não encravada, que só é transposta por movimentos de manobras.
agulha de protecção alternativa - via
Agulha de protecção de dois itinerários que, conforme a sua posição, apenas pode proteger um deles.
agulha de protecção em declives - via
Agulha de lanças reversíveis utilizada em rampas ascendentes para fazer descarrilar veículos à deriva. 50(821)IEC
agulha de protecção lateral - via
Agulha que protege um itinerário contra o risco de colisão lateral e que, por consequência, é encravada.
agulha de saída - via
A última agulha, numa estação, tomada de ponta ou de talão inserida no caminho de acesso à plena via.
agulha de talonamento -
Agulha talonável cujas lanças, após o talonamento, voltam automaticamente à sua posição inicial.
agulha de três direcções - via
Mudança de via Maglev que no seu posicionamento central assegura a via directa, mas que pode ser movida para a esquerda ou para a direita a fim de desviar o comboio para itinerários diferentes.
agulha descarriladora - via
Agulha de protecção que, se colocada numa determinada posição, provoca o descarrilamento das rodas de um veículo.
agulha elástica - via
Também designada por agulha mista porque parte da lança do lado do talão é rígida e o restante flecte. É aferrolhada por esquadro ou agrafe.
agulha flexível - via
Agulha em que a lança flecte desde o talão.
agulha mista - via
Também designada por agulha elástica, é uma agulha em que parte da lança do lado do talão é rígida e o restante flecte. É aferrolhada por esquadro ou agrafe.
agulha motorizada - via
Agulha que dispõe de motor hidráulico.
agulha motorizada - via
Agulha que dispõe de motor eléctrico.
agulha para altas velocidades - via
Aparelho de mudança de via que pode ser percorrido a alta velocidade no ramo desviado. O seu comprimento resulta do valor do raio do ramo desviado, o qual é função da velocidade desejada.
agulha para baixas velocidades - via
Aparelho de mudança de via curto, com um ramo desviado que tem um reduzido raio de curvatura e que só pode ser percorrido a baixas velocidades.
agulha rebatível - via
Nos sistemas Maglev: aparelho de mudança de via que tem os componentes relativos à via directa e à via desviada implantados em mecanismos que podem ser separadamente accionados para cima ou para baixo. Ainda não foi usado até agora.
agulha rígida - via
Agulha em que a lança gira em torno de um fulcro localizado no talão. Tem chapa de assentamento em toda a extensão de cada lança.
agulha rotativa - via
Um dos conceitos de agulha para o comboio magnético, em que a estrutura roda em torno do seu eixo longitudinal, apresentando via directa ou desvios, consoante a posição.
agulha talonável - via
Agulha que pode ser tomada de talão nas suas duas posições sem causar danos próprios.
agulha talonável com retrocesso -
Agulha talonável cujas lanças, após o talonamento, voltam automaticamente à sua posição inicial.
agulha talonável sem retrocesso - via
Agulha talonável em que, após o talonamento, as lanças permanecem na sua nova posição.
agulha tomada de ponta - via
Agulha em que as pontas das lanças estão voltadas para a circulação que se aproxima sendo, assim, atingidas em primeiro lugar. 50(821) IEC
agulha tomada de talão - via
Agulha em que o talão -parte oposta à ponta da lança- está voltado para a circulação que se aproxima. 50(821)IEC
agulheiro - via
Trabalhador encarregado da manobra de sinais ou de aparelhos de via.
AICCF - geral
Sigla de Associação Internacional do Congresso dos Caminhos-de-Ferro.
AIEP - geral
Sigla de Associação Internacional de Utentes de Ramais Particulares
AIM - exploração
Abreviatura de Acordo relativo ao Transporte Internacional de Mercadorias por Caminho-de-Ferro, que é a sigla francesa correspondente.
AIM -
Sigla de Acordo relativo ao Transporte Internacional Ferroviário
AIV - geral
Sigla de Acordo relativo ao Transporte Internacional de Passageiros por Caminho-de-Ferro.
ajuste directo - construção civil
Procedimento de contratação de empreitadas em que a entidade adjudicatária é escolhida pelo dono da obra, independentemente de concurso. Decreto-Lei nº59/99, 2 de Março.
AL - exploração
Sigla que, na tabela de velocidades máximas (TVM) a praticar numa determinada linha-férrea, significa que -no troço a que diz respeito- esse máximo foi imposto por Alisamento de velocidades.
alavanca de ripar - via
Ferramenta metálica com a altura de um homem, com uma extremidade em bico e a outra em cabeça redonda. É utilizada nas acções de rectificação de traçados, para deslocar lateralmente a via: com a ponta em bico, actuando por baixo da patilha do carril e, com a ponta redonda, batendo nas cabeças das travessas para assentar a via; esta acção envolve, em regra, 6 ou 8 operadores.
alcançar - exploração
Aplica-se no sentido de um comboio ser alcançado por outro.
alfabeto -
Tabela de correspondência entre um conjunto convencional de caracteres e os sinais que os representam.
algaliamento - via
Construção de via, permitindo a coexistência de bitolas diferentes.
algoritmo -
Conjunto de regras de cálculo bem definidas para a resolução de um problema através de um número finito de operações.
algoritmo de encaminhamento - telecomunicações
Descrição matemática do procedimento que permite o encaminhamento da informação numa rede de transmissão de dados.
alicate de revisor - operador
Utensílio usado para validação dos títulos de transporte.
alimentação - energia de tracção
Conjunto de condutores, aparelhos de comutação e meios de controlo que servem para alimentar uma instalação eléctrica.
alimentação - geral
Fornecimento (por exemplo, de ar comprimido a um determinado equipamento).
alimentação 2 x 25 kV - energia de tracção
Sistema de alimentação a 50 kV utilizado nas linhas de alta velocidade entre a catenária e um feeder, com o ponto médio ligado aos carris da via, e transformadores 50/25 kV espaçados regularmente de cerca de 15 km. Esta solução permite manter a alimentação a 25 kV para as unidades motoras, fazendo-se o transporte de energia a 50 kV. Resulta, assim, uma redução do número de subestações e uma melhor utilização da rede primária nacional.
alimentação de energia a bordo - material circulante
Equipamento a bordo que serve para captar, converter, armazenar e regular a energia eléctrica e distribuí-la pelos equipamentos auxiliares.
alimentação dos auxiliares - material circulante
Alimentação de energia eléctrica para os consumidores a bordo do veículo. No caso de uma motorização clássica ou de um motor linear de estator curto, pode derivar do dispositivo de captação de corrente. No caso de um motor linear de estator longo (por exemplo o TRANSRAPID), pode ser fornecida pelo gerador linear ou, durante a paragem numa estação, pelos carris condutores, a fim de alimentar as baterias ( alimentação de energia a bordo, grupo auxiliar de alimentação a bordo).
alimentação dupla - material circulante
Alimentação de uma secção de motor linear de estator longo a partir de duas fontes de energia eléctrica situadas nas duas extremidades dessa secção. São necessárias medidas particulares para o comando, controlo e protecção contra curtocircuitos.
alimentação eléctrica - electricidade
Conjunto de condutores, aparelhos de comutação e meios de controle que servem para alimentar uma instalação eléctrica.
alimentação em cascata de relés de via - sinalização
Montagem na qual a alimentação de um circuito de via é efectuada através do contacto de trabalho do relé de via adjacente.
alimentação em cascata de um circuito de via - sinalização
Montagem em que a alimentação de um circuito de via é efectuada através do contacto de trabalho do relé de via do circuito de via adjacente.
alimentação multissecção - energia de tracção
Alimentação de várias secções de um motor linear de estator longo pela mesma subestação, em certos casos particulares de exploração do comboio magnético (por exemplo em caso de avaria da subestação seguinte).
alimentação única - energia de tracção
Alimentação de uma instalação eléctrica a partir de um só ponto; por exemplo no sistema roda/carril, para alimentação de um sector de catenária a partir de uma só subestação, em vez da habitual alimentação pelos dois lados (alimentação dupla, ou dupla alimentação)
alisamento de velocidades - exploração
Uniformização de velocidades a praticar em troços de via férrea contíguos, geralmente curtos, onde os máximos permitidos são muito diferentes, como forma de procurar um melhor aproveitamento do material circulante. Na prática, há um abaixamento de velocidade num ou em vários troços para acompanhar as velocidades dos troços contíguos, o que se traduz por uma zona de patamar no Diagrama de Velocidades e que sugere "alisamento".
aliviar - via
Afrouxar o aperto do dispositivo de ligação do carril à travessa.
aliviar a carga de um vagão - material circulante
Retirar a carga, ou parte dela, de um vagão.
aliviar um aro - material circulante
Desapertar um aro de rodado.
alma de um cabo - electricidade
Conjunto de condutores de um cabo, com o respectivo isolamento, que no caso de um cabo de telecomunicações são constituídos em grupos de dois ou quatro, designados por elementos de cablagem.
alma de uma viga - estruturas
Elemento vertical de uma viga em I, ligando os banzos (elementos horizontais)
alma do carril - via
Elemento vertical do carril, ligando a cabeça à patilha.
almofada - exploração
Espaço de tempo considerado necessário, aquando da elaboração de um horário de circulação, como folga para prevenir uma qualquer eventualidade.
alojamento de bobinagem - electricidade
Invólucro fabricado em material isolante apropriado, que contém os enrolamentos do motor linear de estator longo. O invólucro também serve para garantir que os enrolamentos do estator fiquem convenientemente fixados nas cavas das pilhas de chapas estatóricas.
alongamento - estruturas
O mesmo que fluência. Fenómeno de deformação, no tempo, de um corpo sob tensão constante.
alongamento até à rotura - estruturas
Deformação sob o efeito de um esforço de tracção, após ultrapassar o limite elástico ou de cedência, e até à rotura.
alongamento até à ruptura - estruturas
Deformação sob o efeito de um esforço de tracção, após ultrapassar o limite elástico ou de cedência, e até à ruptura.
alongamento de rotura - estruturas
Deformação de uma peça sujeita à tracção, uma vez ultrapassado o limite elástico ou de cedência, e até romper.
alongamento de ruptura - estruturas
Deformação de uma peça sujeita à tracção, uma vez ultrapassado o limite elástico ou de cedência, e até romper.
alongamento elástico - estruturas
Deformação, na fase elástica, de uma peça sujeita à tracção.
alta velocidade - exploração
Velocidade a partir de 220km/h.
alteração da carga máxima - via; material circulante
Limitação, da carga rebocada, a um valor compatível com as características da via e do material tractor.
alteração do metal - material circulante
Alteração na estrutura do metal (do rasto da roda) provocada por um aquecimento local e que apresenta um aspecto de lentilha quando se trata o material com um reagente depois de o ter polido.
alternativa para determinação da posição do veículo - exploração
Método alternativo para a determinação da posição dos veículos nos sistemas de motorização de estator longo. Mais especificamente, método de determinação da posição do veículo em relação a coordenadas fixas da via, baseado na contagem, por indução, das cavas (ranhuras) do estator.
altura de captação - catenária
Distância entre a aresta superior da escova e a base do pantógrafo (dentro do raio de acção do pantógrafo).
altura de trabalho - catenária
Distância entre a aresta superior da escova e a base do pantógrafo (dentro do raio de acção do pantógrafo).
altura do centro de roulis - material circulante
Distância do centro de roulis ao plano de rolamento.
altura do pantógrafo baixado - material circulante
Altura entre a base e a aresta superior da escova do pantógrafo baixado.
altura do plano de contacto - catenária
Altura do fio de contacto em relação ao plano de rolamento.
altura livre - estruturas
Altura, acima do plano de rolamento, deixada livre por um obstáculo, por exemplo uma obra de arte, construido por cima da via.
altura máxima - material circulante
Diferença de altura entre a base e a aresta superior da escova, com o pantógrafo completamente levantado.
aluimento - geotecnia
Abatimento, derrocada ( por exemplo de terreno desconsolidado).
alvenaria aparelhada - estruturas; construção civil
Alvenaria em que as pedras têm os paramentos vistos aparelhados.
alvenaria argamassada - estruturas; construção civil
Alvenaria cujas pedras são ligadas por argamassa.
alvenaria de pedra seca - estruturas; construção civil
Alvenaria cujas pedras não são ligadas por qualquer argamassa.
alvenaria ensossa - estruturas; construção civil
O mesmo que alvenaria de pedra seca.
alvenaria escassilhada - estruturas; construção civil
Alvenaria em que, no paramento visto das pedras, apenas a moldura foi aparelhada (à bujarda), o que contrasta fortemente com o relevo não tratado do restante paramento. O efeito obtido é bastante agradável e, por isso, foi muito utililizado em obras de arte de alvenaria.
alvenaria hidráulica - estruturas; construção civil
Alvenaria argamassada em que o aglutinante utilizado na argamassa é cimento ou cal hidráulica.
alvo - exploração
Ecrã destinado a melhorar a visibilidade de um sinal. 50(821) IEC
amarra metálica retorcida - estruturas
Ligação metálica para selagem com utilização de chumbo.
amortecedor - material circulante
O mesmo que tampão de choque.
amortecedor a óleo - geral
Tampão de choque a óleo.
amortecedor de choque - material circulante; via
O mesmo que tampão de choque.
amortecedor de choque de longo curso - material circulante; via
Tampão de choque com curso longo.
amortecedor de longo curso - material circulante; via
Tampão de choque com curso longo.
amortecedor de óleo - material circulante
Amortecedor a óleo.
amortecedor de ruído - via; material circulante
Elemento construtivo destinado a reduzir a energia vibratória da roda, por exemplo pela combinação metal/borracha, a fim de diminuir o nível de ruído irradiado.
amortecedor hidráulico antilacete - material circulante
Dispositivo hidráulico amortecedor dos movimentos de rotação em torno do eixo vertical (a) do bogie em relação à caixa, (b) do veículo entre duas caixas contíguas.
amortecimento - material circulante
Propriedade de um elemento de absorver energia durante o movimento, em função do percurso, da velocidade e do sentido do movimento.
amortecimento da travessa dançante - material circulante
Amortecimento montado entre a travessa dançante e a caixa do veículo para reduzir o movimento de lacete do bogie e os movimentos de rotação e de galope da caixa (dispositivo antirrotação)
amortecimento primário activo - material circulante
No caso da sustentação electrodinâmica, sistema activo que, por exemplo, com o auxílio de bobinas normais (não supercondutoras) colocadas sob os magnetos supercondutores de sustentação e de propulsão, amortece as vibrações provocadas no sentido vertical (em torno do entreferro de sustentação médio) e no sentido horizontal (relativamente ao eixo da via) pelas irregularidades da via ou pelas forças transversais. Além do sistema activo, pode existir também um amortecimento passivo. O amortecimento suplementar é necessário para garantir um conforto adequado, visto que a sustentação electrodinâmica propriamente dita possui um fraco autoamortecimento.
amostra - estruturas
Porção de material colhido segundo certo critério, para verificação de determinadas características.
amostrador de balastro - via; geotecnia
Dispositivo para análise do balastro.
amperes-espiras de um electroíman - electricidade
Grandeza física que caracteriza a excitação de um magneto (electroíman) e que é igual ao produto dos amperes (corrente num condutor) pelo número de espiras (número de enrolamentos dos condutores de uma ou de várias bobinas de excitação de uma dada carcaça de magneto).
AMV - exploração
Sigla que, na tabela de velocidades máximas (TVM) a praticar numa determinada linha-férrea, significa que -no troço a que diz respeito- esse máximo foi imposto pelos aparelhos de mudança de via.
AMV - via
Abreviatura de Aparelho de Mudança de Via constituído por carris, lanças e outras peças mecânicas, que se destina a assegurar a ligação tangencial de duas vias, permitindo a circulação dos comboios quer numa quer noutra via.
AMV encurvado - via
Aparelho de mudança de via em que ambos os ramos são encurvados, ou na mesma direcção (caso em que o ramo interior tem um raio de curvatura inferior ao do ramo exterior), ou em direcções divergentes (caso de ramo desviado para o exterior).
AMV para altas velocidades - via
Aparelho de mudança de via que pode ser percorrido a alta velocidade no ramo desviado. O seu comprimento resulta do valor do raio do ramo desviado, o qual é função da velocidade desejada.
AMV simples simétrico - via
Aparelho de mudança de via em que uma via se divide em duas e ambas, quer a principal quer a secundária curvam para o exterior.
análise custo-benefício - planeamento
Método de análise e de avaliação dos efeitos sobre a economia nacional de medidas tomadas, por exemplo no sector dos transportes, através de um indicador mensurável em unidades monetárias por referência a um conjunto de objectivos. Os efeitos não mensuráveis em valores monetários são quantificados de outro modo ou considerados em termos qualitativos na avaliação.
análise custo-eficácia - planeamento
Método de avaliação para determinar a prioridade de certos projectos segundo as preferências do decisor relativamente a um conjunto de objectivos multidimensionais. Os contributos para os objectivos estabelecidos, ou são directamente expressos em unidades monetárias, ou transformados em elementos de eficácia através de funções de avaliação.
análise de tipos e consequências de avarias - geral
Método indutivo para identificar defeitos de funcionamento potenciais e fazer a sua análise sob o ponto de vista das eventuais repercussões no sistema. Engloba a análise e a avaliação de falhas (análise pelo método da árvore dicotómica, ou diagnóstico das causas pelo método de exclusão).
análise de tipos e consequências de defeitos - geral
Método indutivo para identificar defeitos de funcionamento potenciais e fazer a sua análise sob o ponto de vista das eventuais repercussões no sistema. Engloba a análise e a avaliação de falhas (análise pelo método da árvore dicotómica, ou diagnóstico das causas pelo método de exclusão).
análise dos efeitos - exploração
Identificação e análise, qualitativa ou quantitativa, dos efeitos directos e indirectos resultantes da construção e da exploração de um sistema de transporte.
análise expedita - exploração
Avaliação de diferentes medidas através de um sistema de objectivos pluridimensional. Após transposição dos resultados para uma escala de índices, aplica-se um sistema de valores e obtém-se uma ordem de preferência unidimensional. Em planeamento de transportes, as análises expeditas são utilizadas para o estabelecimento de variantes ou cenários.
análise pelo método da árvore dicotómica - exploração
Método dedutivo de análise combinatória que permite analisar as causas de uma avaria. As causas de um problema considerado importante (falha do sistema) podem ser de natureza humana, técnica ou exterior.
analogia - geral
Relação de semelhança entre objectos diferentes, quer por motivo de semelhança quer por motivo de dependência causal.
ancoragem - geral; construção civil
Amarração.
anel do tampão de choque - material circulante
Elemento constitutivo do sistema de um tampão de choque.
anisotropia elástica - estruturas
Estado de um material cujas características elásticas variam segundo o sentido de tracção ou de compressão.
anomalia - telecomunicações
Não conformidade.
anticaminhante - via
Dispositivo destinado a impedir o deslocamento longitudinal do carril em relação à travessa, através de um efeito de espera ou de calçamento elástico, o qual permite que as forças longitudinais instaladas no carril sejam transferidas para o balastro através da travessa. O anticaminhante, também designado por fixador, é necessário quando a resistência ao caminhamento do carril é insuficiente.
anticaminhante - via
Dispositivo destinado a impedir o deslocamento longitudinal do carril em relação à travessa, com um efeito de espera ou de calçamento elástico, o qual permite que as forças longitudinais instaladas no carril sejam transferidas para o balastro através da travessa. O anticaminhante é necessário quando a resistência ao caminhamento do carril é insuficiente.
antideslizamento do fio de contacto - catenária
Amarração que evita os movimentos longitudinais.
anulação de itinerário -
Libertação dos componentes de um itinerário (anulação de encravamentos, incompatibilidades ou outros), possibilitando assim, se for o caso, o estabelecimento de um novo itinerário com esses componentes.
anulação de recurso - sinalização
Também conhecida por anulação de emergência. Operação executável em determinadas condições e permitindo, no caso de avaria de qualquer aparelho ou órgão, evitar as consequências deste facto.
anulação de um itinerário -
Libertação dos componentes de um itinerário (anulação de encravamentos, incompatibilidades ou outros), possibilitando assim, se for o caso, o estabelecimento de um novo itinerário com esses componentes.
anúncio - exploração
Operação através da qual um posto de cantonamento avisa telefonicamente o posto a jusante de que um comboio vai entrar, ou já entrou, no cantão que separa ambos.
anúncio - exploração
Operação através da qual um posto de cantonamento avisa o posto a jusante que um comboio vai entrar ou já entrou no cantão que separa ambos.
anúncio automático de um comboio - sinalização
Operação através da qual é automaticamente accionado um dispositivo de anúncio montado num dado ponto, quando o comboio que se aproxima deste ponto se encontrar a uma distância determinada.
anúncio da chegada de um comboio - sinalização
Operação através da qual é accionado um dispositivo de anúncio montado num dado ponto, quando o comboio que se aproxima deste ponto se encontrar a uma distância determinada. Esta operação pode ser manual ou automática.
anúncio de via livre - via
Sistema eléctrico que comprova se um aparelho de mudança de via ou uma secção de via está livre. Para o efeito, são utilizados contadores de eixos ou circuitos de via.
AP - geral
Abreviatura de Alta Pressão.
aparelho - construção civil
Primeira camada de pintura de proteção e preparação da base para a(s) camada(s) seguinte(s).
aparelho - via
Também designado por "entalhe", é a ranhura feita nas travessas por meio do corte com serra e desbaste da madeira com enxó de via, a fim de dar aos carris a inclinação devida (para o interior da via).
aparelho carrilador - via; pontes
Dispositivo instalado na via com a finalidade de recolocar sobre os carris o material circulante que circule descarrilado. Este dispositivo instala-se nas extremidades de pontes, túneis e, de um modo geral, em zonas onde a passagem de material descarrilado poderia ter mais graves consequências.
aparelho de correr carris - via
Equipamento para fazer deslocar carris longitudinalmente.
aparelho de corte - catenária
Aparelho destinado a interromper ou a estabelecer a continuidade eléctrica de um circuito. (Ver seccionador, interruptor ou disjuntor).
aparelho de dilatação - via
Aparelho destinado a absorver as dilatações do carril quando, por qualquer motivo, é necessário interromper a barra longa soldada.
aparelho de dilatação - via
Aparelho destinado a absorver as dilatações do carril quando, por qualquer motivo, é necessário interromper a barra longa soldada.
aparelho de dilatação de rolos - estruturas; pontes
Aparelho para apoio de ponte, instalado numa extremidade móvel, com rolos para permitir os movimentos resultantes das variações de temperatura.
aparelho de dilatação dos carris - via
Aparelho destinado a absorver as dilatações do carril quando, por qualquer motivo, é necessário interromper a barra longa soldada.
aparelho de manobra - via
Dispositivo, manual ou eléctrico, que permite, numa agulha, fazer deslocar as lanças para uma das suas duas posições.
aparelho de manobra de agulha - via
Dispositivo, manual ou eléctrico, que permite, numa agulha, fazer deslocar as lanças para uma das suas duas posições.
aparelho de mudança de via (AMV) - via
Abreviadamente designado por AMV, é o dispositivo que se usa para fazer passar o material circulante, tangencialmente, de uma linha para outra, assegurando a continuidade da via para um determinado caminho. É constituído por grades (carris e peças especiais obtidas a partir de carris, maquinando-os ou por fundição, apoiados e solidarizados por travessas de comprimentos variáveis). Os AMV são identificados, para além do seu tipo, pelo valor da tangente do ângulo de abertura entre a via directa e a via desviada, a que corresponde também o ângulo da cróxima. É costume designar um AMV por Agulha.
aparelho de mudança de via para altas velocidades - via
Aparelho de mudança de via que pode ser percorrido a alta velocidade no ramo desviado. O seu comprimento resulta do valor do raio do ramo desviado, o qual é função da velocidade desejada.
aparelho de mudança de via simples (MVS) - via
Abreviadamente designado por MVS, é o dispositivo que se usa para fazer passar o material circulante, tangencialmente, de uma linha para outra, como se a linha se bifurcasse. Este MVS pode ser Direito, Esquerdo ou Simétrico, conforme o sentido do desvio. É constituído por 3 grades: Grade de Agulha onde se situam as peças móveis ou Lanças e as fixas ou Contra-Lanças, Grade Intermédia ou Ramo Curvo e a Grade de Cróxima ou Cruzamento, onde os carris interiores se cruzam por meio da Cróxima simples ou de 1 bico; os Contra-Carris de protecção da Cróxima garantem que o rodado, ao atravessar o cruzamento, não tome um caminho errado, descarrilando.
aparelho de mudanças de via duplas - via
Aparelho de mudanças de vias que permite desviar os veículos para os dois lados.
aparelho de via - via
Abreviadamente designado por AV, é o dispositivo que se destina a estabelecer a comunicação entre linhas diferentes ou a permitir o seu cruzamento. Distinguem-se nesta designação o Atravessamento Oblíquo (ATO), o Aparelho de Mudança de Via (AMV), a Placa Giratória e o Charriot, Carangueija ou Transbordador. Poder-se-á, ainda, incluir na designação de AV , o Aparelho de Dilatação de carris (AD), o Aparelho Carrilador (AC), o Aparelho Lubrificador Fixo de carris, o Pára-Choque e o Calço Limite.
aparelho de via encurvado - via
Aparelho de mudança de via em que ambos os ramos são encurvados, ou na mesma direcção (caso em que o ramo interior tem um raio de curvatura inferior ao do ramo exterior), ou em direcções divergentes (caso de ramo desviado para o exterior).
aparelho descarrilador - via
Dispositivo dstinado a fazer descarrilar uma composição, evitando que progrida em condições consideradas inadequadas.
aparelho móvel de rolos - estruturas; pontes
Aparelho para apoio de ponte, instalado numa extremidade móvel, com rolos para permitir os movimentos resultantes das variações de temperatura.
apeadeiro - exploração; construção civil
Conjunto de instalações fixas que não dispõe de equipamentos de segurança que permitam a interferência de um agente responsável pela segurança da circulação no cantonamento dos comboios. É limitado pelas suas plataformas.
apeadeiro-cantão - exploração
Conjunto de instalações fixas não possuindo mais do que uma agulha inserida na linha geral, que dispõe de equipamentos de segurança que permitem ao agente responsável pela segurança da circulação a interferência no cantonamento dos comboios. É limitado pelos sinais principais de entrada, se os tiver, ou pela forma que se estabelecer.
apeadeiro-desvio - exploração
Conjunto de instalações fixas de um Apeadeiro e de um Desvio, situadas no mesmo local.
aperto a fundo - material circulante
Aperto obtido através da redução da pressão na conduta geral de 1,6 + 0,2 bar abaixo da pressão de regime em posição de marcha.
aperto da bitola - via
Redução da distância entre carris.
aperto da pregação - via
Ajuste na fixação dos carris às travessas de via, para garantir maior firmeza.
aperto da via - via
Redução da distância entre carris.
aperto das fixações - via
Ajuste na pregação dos carris às travessas de via, para garantir maior firmeza.
aperto do freio - material circulante
Operação que consiste em fazer baixar a pressão na conduta geral de modo controlado, através da abertura da válvula do maquinista, o que leva o distribuidor a interromper a ligação da conduta geral com o reservatório auxiliar e a estabelecê-la entre este e o cilindro de freio.
aperto gradual - material circulante
Aperto efectuado por patamares, isto é, por interrupções regulares do esvaziamento da conduta geral, o que permite ao maquinista obter as depressões necessárias.
aperto total - material circulante
Aperto obtido através da redução da pressão na conduta geral de 1,6 + 0,2 bar abaixo da pressão de regime em posição de marcha.
aplicação automática de freio - material circulante
Frenagem desencadeada por um dispositivo automático de segurança (ou por uma ruptura acidental da conduta geral), através da qual o escape produzido na conduta geral reduz a pressão no seu interior para valores próximos ou iguais à pressão atmosférica.
aplicação automática de freios - material circulante
Frenagem desencadeada por um dispositivo automático de segurança (ou por uma ruptura acidental da conduta geral), através da qual o escape produzido na conduta geral reduz a pressão no seu interior para valores próximos ou iguais à pressão atmosférica.
aplicação automática dos freios - material circulante
Frenagem desencadeada por um dispositivo automático de segurança (ou por uma ruptura acidental da conduta geral), através da qual o escape produzido na conduta geral reduz a pressão no seu interior para valores próximos ou iguais à pressão atmosférica.
aplicação do freio - material circulante
Operação que consiste em fazer baixar a pressão na conduta geral de modo controlado, através da abertura da válvula do maquinista, o que leva o distribuidor a interromper a ligação da conduta geral com o reservatório auxiliar e a estabelecê-la entre este e o cilindro de freio.
aplicação normal de freios - material circulante
Aperto obtido por redução gradual e contínua da pressão na conduta geral até ao nível desejado.
apoiar em macacos - estruturas; pontes
Sustentar a estrutura ou parte dela, por exemplo de uma ponte, por meio de equipamentos de elevação, a fim de substituir um qualquer elemento estrutural ou permitir o tratamento de uma zona inacessível quando a ponte está em serviço.
apoio - estruturas
Elemento de suporte.
apoio de articulação - estruturas
Elemento de suporte, com possibilidade de rotação.
apoio de catenária - catenária
Elemento da linha aérea de tracção destinado a suportar catenária, cabos de terra, "feeders" e isoladores.
apoio de pêndulo - estruturas; pontes
Aparelho para apoio de ponte, antiga e geralmente metálica, instalado numa extremidade móvel, com pêndulo(s) que, ao inclinar(em)-se, para um e outro lado, permitem os movimentos resultantes das variações de temperatura.
apoio de rótula - estruturas; pontes
Aparelho para apoio (fixo ou móvel) de estruturas, por exemplo de pontes, que -entre os balanceiros- dispõe de uma rótula por forma a permitir os movimentos de rotação resultantes das deformações da estrutura quando sujeita às cargas rolantes. Estes dispositivos só se aplicam nos aparelhos de apoio de pontes com vãos superiores a 10m.
apoio deslizante - estruturas
Aparelho de apoio permitindo deslizamento.
apoio em macacos - estruturas
Sustentação de uma estrutura ou de parte dela, por meio de equipamentos de elevação, a fim de substituir um qualquer elemento ou permitir o tratamento de uma zona inacessível.
apoio fixo - estruturas; pontes
Um dos dois (na viga de um só vão), ou um dos três ou mais (na viga contínua de dois ou mais vãos) apoios de uma viga, que impede todo e qualquer deslocamento horizontal desta. Os restantes apoios têm uma mobilidade tal que permite a dilatação (ou contracção) térmica da viga sem deformações e tensões adicionais inconvenientes para a viga.
apoio lateral - estruturas
Dispositivo de encosto lateral de uma estrutura.
apoio móvel - estruturas; pontes
Aparelho de apoio de uma viga, com uma mobilidade tal que permite a dilatação (ou contracção) térmica da viga sem deformações e tensões adicionais inconvenientes para a viga.
aprovação de contas - economia e finanças
Aprovação do Relatório e Contas de uma empresa.
aptidão para subir rampas - material circulante
Capacidade dos veículos de um sistema de transporte de subir rampas com uma determinada inclinação. Depende primordialmente da possibilidade técnica de arrancar em plena rampa. Nos sistemas roda/carril, o limite é estabelecido pela aderência roda/carril, mesmo em situações desfavoráveis (curva em planta, humidade, folhas). Nos sistemas de motorização linear sem contacto, o limite é exclusivamente determinado pela potência motora instalada.
aquisição de dados - electricidade
Medição de parâmetros físicos através de captadores (sensores), sua conversão em grandezas eléctricas (por exemplo tensão ou frequência), visualização e/ou armazenamento.
arco da paleta - material circulante
Extremidades curvas da cabeça do pantógrafo para assegurar o contacto em movimento.
arco do pantógrafo - material circulante
Forma, encurvada nas extremidades, da cabeça do pantógrafo para assegurar o contacto em movimento.
areeiro - material circulante
Dispositivo instalado junto à roda, que lança areia para aumentar o atrito roda-carril.
argamassa epoxy - construção civil
Produto elástico e estanque, à base de resina sintética e agregados finos, destinado ao preenchimento de fendas ou juntas, ou à protecção contra a corrosão.
argola de encerado - material circulante
Dispositivo existente nos vagões abertos para fixar os encerados que protegem as mercadorias.
argolas do encerado - material circulante
As argolas (ilhós) do encerado servem para amarrar o encerado ao vagão, em caso de mercadorias carregadas em vagões abertos.
armadura de pré-esforço - estruturas
Conjunto de varões de aço empregues no pré-esforço de betão (betão pré-esforçado).
armadura não magnética - via
No caso de um sistema de sustentação electrodinâmica, armadura de aço não magnético incorporada na parte superior de uma via em betão, com vista a reduzir o esforço de frenagem devido aos efeitos de correntes de Foucault. Esta armadura deve ser instalada por forma a não formar malhas (circuitos eléctricos).
armamento da via - via
Conjunto dos carris, travessas e respectivas fixações.
armamento do freio - material circulante
Operação durante a qual, através da válvula do maquinista, se prepara o sistema de freio para funcionar normalmente. Na gíria ferroviária, é conhecida por "freio a marcar".
armar o freio - material circulante
Preparar, através da válvula do maquinista, o sistema de freio para funcionar normalmente. Na gíria ferroviária, é conhecida por "marcar o freio".
armar o sistema de freio - material circulante
Preparar, através da válvula do maquinista, o sistema de freio para funcionar normalmente. Na gíria ferroviária, é conhecida por "marcar o freio".
armar um freio - material circulante
Preparar, através da válvula do maquinista, o sistema de um freio para funcionar normalmente. Na gíria ferroviária, é conhecida por "marcar um freio".
armazém - geral
Depósito de materiais, ferramentas e equipamentos.
armazém (em-) - geral
Diz-se que um determinado material está em armazém, quando faz parte do stock em depósito.
armazenagem - exploração
Stocagem.
armazenamento de energia - electricidade
Geralmente, carga de baterias visando a alimentação de circuitos eléctricos durante um período de tempo relativamente longo. Para armazenamentos de curta duração, utilizam-se componentes indutivos ou capacitivos, como, por exemplo, na alimentação dos circuitos de extinção dos sistemas de tirístores.
aro - material circulante
Coroa circular montada no centro da roda, que constitui o seu rasto e inclui a mesa de rolamento e o verdugo.
aro de intercirculação - material circulante
Dispositivo específico dos comboios articulados TGV para assegurar a ligação mecânica e permitir a passagem de uma carruagem para a outra. O aro assenta no bogie livre e suporta as extremidades de duas caixas adjacentes, uma das quais por intermédio de uma rótula de articulação.
aro leve - material circulante
Aro lasso, sem aperto.
arquetes - estruturas; pontes
Arcos de pequeno vão, que constituem vazamentos transversais dos tímpanos das pontes de alvenaria em arco ou abóbada.
arquitectura multiprocessador - informática
Utilização de mais de um computador para uma única tarefa, por exemplo por razões de segurança, disponibilidade ou velocidade de processamento.
arranjo da via - via
Preparação da via.
arranjo de fluxo normal - material circulante; via
No caso da sustentação electrodinâmica, arranjo ou disposição dos magnetos em que estes actuam de um só lado sobre os materiais condutores (por exemplo bobinas ou placas) colocados na via, ao contrário do arranjo de fluxo nulo ou disposição de fluxo nulo.
arranjo de fluxo nulo - material circulante; via
No caso da sustentação electrodinâmica, arranjo ou disposição dos magnetos em que um par de magnetos envolve os materiais condutores (por exemplo bobinas ou placas) colocados na via, produzindo assim forças de guiamento complementares.
arranque assistido - material circulante
Processo de aceleração dos veículos do sistema magnético TRANSRAPID em que a ausência de escorregamento é garantida através do sinal de determinação da posição dos polos. Este processo compensa também, automaticamente, variações importantes da resistência ao avanço.
arranque controlado - material circulante
Processo que, ao contrário do arranque assistido, só excepcionalmente é utilizado para acelerar um comboio magnético com motor síncrono. A subestação não recebe qualquer sinal da linha indicando a posição dos polos do estator, mas comanda a frequência da corrente e a tensão de propulsão através de outras características do motor, segundo curvas que têm em conta, o mais rigorosamente possível, o impulso máximo do motor e todas as componentes da resistência ao avanço.
arranque de tirefonds - via
Extracção de "tirefonds"
arranque em vazio - material circulante
Partida de material circulante vazio.
arrastamento magnético - material circulante
Força induzida durante o deslocamento de um magneto num condutor eléctrico fechado (por exemplo placa) e que se opõe a esse deslocamento. Esta força aumenta, primeiro, muito rapidamente, em função da velocidade, até atingir um máximo bem definido (por exemplo a 30 km/h), e depois diminui segundo uma lei aproximadamente hiperbólica. No sistema de sustentação electrodinâmica, devido a essa força de arrastamento o entreferro dos magnetos de sustentação normalmente só é reduzido para o valor exigido em serviço de exploração a partir da velocidade de transição, o que é possível graças à utilização de um órgão de rolamento auxiliar.
arrefecimento por óleo - electricidade
Processo de arrefecimento para semicondutores de potência de estrutura compacta e elevada solicitação térmica. O óleo, que é o agente refrigerante, absorve o calor desenvolvido na proximidade imediata dos semicondutores e é, por seu lado, refrigerado por um ventilador localizado num radiador exterior.
arregaçar o balastro - via
Desguarnecer, de balastro, todo o vão ou apenas meio vão de um ou dos dois lados de uma travessa, 5 cm abaixo do calo da travessa, a fim de permitir a sua substituição.
articulação de rótula - geral
Articula esférica.
articulação de rótula de borracha - geral
Articulação de borracha, com forma esférica.
articulação elástica - geral
Junta flexível.
articulação esférica - geral
Articulação com forma esférica ou de rótula.
asinal luminoso de unidades simples - sinalização
Sinal que utiliza unidades de luz independentes (cada unidade usa um foco). 50(821) IEC
asna - estruturas
Estrutura reticulada plana, em geral de suporte de uma cobertura.
aspecto de um sinal - exploração; sinalização
Conjunto da forma ou/e cor ou som apresentados por um sinal. RGS II
aspecto de um sinal - material circulante; via
Aparência de um sinal colocado ao longo da via, quando visto a partir de um comboio que se aproxima, ou aparência de um sinal na cabina de condução. 50(821) IEC
aspecto fantasma - exploração; sinalização
Falso aspecto de um sinal provocado pela reflexão da luz de uma fonte luminosa exterior (nomeadamente o sol) no sistema óptico. 50(821) IEC
aspectos combinados - exploração; sinalização
Sinais cujos aspectos dependem um do outro. 50(821) IEC
assemblador - telecomunicações
Programa destinado a converter uma instrução-fonte, escrita numa linguagem de programação orientada para a máquina, numa instrução da linguagem-máquina correspondente.
assembleia Europeia - geral
Órgão da UIC com delegação estatutária para tratar de assuntos especificamente europeus.
assembleia Geral - geral
A Assembleia Geral é a instância de decisão da UIC com autoridade final.
assentador de via - via
Antiga designação do Agente que zela pela manutenção e conservação da via e sua envolvente.
assentadora de tramos de via - via
Máquina que deposita trechos de via, em que os carris já foram previamente fixados às travessas.
assentamento da via - via
Instalação da super-estrutura da via (balastro, travessa e carris).
assentamento das travessas - via
Colocação das travessas de uma via férrea.
assentamento de via - via
Desnivelamento da via, por abaixamento .
assentamento de via sem balastro - via
Colocação da superestrutura de via, neste caso apenas constituido por travessas e carris.
assentamento lateral do aterro - geotecnia
Movimento descendente e apenas de um dos lados da via, do terreno constituinte do aterro.
assentamento no balastro - via
Colocação sobre balastro.
assinante -
Entidade situada num nível superior à estação de transporte
assinatura - operador
Aquisição de um certo número (semanal, quinzenal, mensal ou outro) de títulos de transporte.
assinatura - operador
Aquisição de um certo número (semanal, quinzenal, mensal ou outro) de títulos de transporte.
assinatura a meia tarifa - operador
Assinatura com redução de 50% no custo.
assinatura com 50% de redução - operador
Assinatura com redução de 50% no custo.
Associação Internacional de Utentes de Ramais Particulares - geral
Abreviadamente designada por AIEP.
Associação Internacional do Congresso dos Caminhos-de-Ferro - geral
Abreviadamente designada por AICCF.
AT - energia de tracção
Abreviatura de alta tensão.
AT/BT - electricidade
Abreviatura de Alta Tensão/Baixa Tensão.
atacadeira - via
Máquina (também designada por atacadeira pesada de via) que ataca o balastro, através de compressão intensa pela acção dos "pioches". Estes dispositivos, estando sujeitos a movimentos combinados de vibração e aperto, eliminam os vazios existentes no balastro, aumentando a superfície de atrito e pondo-o em estreito contacto com as faces inferiores das travessas. Desde o aparecimento da Atacadeira, na década de 60, têm vindo a ser introduzidas sucessivas melhorias que lhe permitem, hoje, assegurar simultânea e automaticamente, além do ataque, o nivelamento e o alinhamento da via com rigor inferior ao milímetro.
atacadeira de balastro - via
Ver Atacadeira.
atacadeira manual vibratória - via
Equipamento para ataque do balastro, manualmente conduzido.
atacadeira mecânica - via
Ver Atacadeira.
atacadeira pneumática - via
Ver Atacadeira.
atacadeira-niveladora automática - via
Máquina que assegura simultânea e automaticamente, além do ataque do balastro, o nivelamento da via.
atacar - via
Meter balastro por baixo das travessas, após elevação das mesmas, para que fiquem solidamente apoiadas. Esta operação destina-se a colocar a via no nível correcto.
atacar - via
Operação que consiste na consolidação do balastro, através da sua compressão intensa. Para isso, são usados dispositivos que, estando sujeitos a movimentos combinados de vibração e aperto, eliminam os vazios existentes no balastro, aumentando a superfície de atrito e pondo-o em estreito contacto com as faces inferiores das travessas.
ataque - via
Acção de atacar as travessas.
ATC - via; material circulante
Sigla da designação inglesa Automatic Train Control: sistema de protecção de comboios que, através de circuitos ressonantes indutivos colocados na via e de equipamentos de bordo correspondentes, verifica de modo pontual se as velocidades são cumpridas, se as frenagens são efectuadas e se os sinais de paragem são respeitados. Em caso de anomalia, o sistema desencadeia a aplicação automática dos freios.
atenuação - telecomunicações
Diminuição progressiva, no espaço e no tempo, de certas grandezas características de um fenómeno de propagação.
atenuação de inserção -
A atenuação ou enfraquecimento de inserção é igual ao logaritmo das potências aparentes recebidas por um receptor de impedância Zr da fonte de impedância Ze antes e depois da inserção do quadripolo considerado. Se o número obtido for negativo, temos um ganho de inserção.
atenuação de regularidade -
Expressão, em unidades de transmissão, da relação
atenuação diafónica -
Expressão, em unidades de transmissão, da relação P1/P2, em que P1 representa a potência aparente num dado ponto de um canal perturbador e P2 a potência aparente resultante da diafonia num dado ponto de um canal perturbado, nas condições específicas de terminação destes canais.
atenuação paradiafónica - telecomunicações
Expressão, em unidades de transmissão, da relação P1/P2, em que P1 representa a potência aparente num determinado ponto de uma via perturbadora e P2 a potência aparente resultante da diafonia num determinado ponto de uma via perturbada situado na mesma extremidade que a fonte perturbadora, nas condições especificadas de terminação dessas vias.
atenuador - telecomunicações
Quadripolo com uma determinada impedância característica que serve para produzir uma atenuação de inserção.
aterragem - material circulante; comboio magnético
No caso dos veículos de sustentação magnética, descida do veículo sobre os patins depois de desligados os magnetos de sustentação. Nas concepções mais antigas, a aterragem era também efectuada a alta velocidade como complemento da frenagem de emergência, o que provocava um desgaste muito acentuado dos patins. As novas concepções apenas prevêem a aterragem com o veículo parado ou a uma velocidade próxima de zero.
aterragem de emergência - material circulante
Para os veículos de sustentação magnética, aterragem necessária devido à falha de componentes importantes da função de sustentação. As novas concepções utilizam, em vez disso, patins de segurança retrácteis para apoio pontual ou estão preparadas para aguentar avarias críticas dos dois magnetos através de uma ligação mecânica entre eles.
aterro - geotecnia
Obra constituida por um maciço artificial de terras.
aterro - geotecnia
Obra constituida por um maciço artificial de terras.
atestado de funcionamento - geral
Prova que atesta os resultados satisfatórios dos ensaios de componentes e de sistemas durante o seu desenvolvimento. Os componentes (ou subconjuntos) são testados em bancos de ensaio especiais; os sistemas, através de dispositivos de ensaio à escala ampliada ou de instalações de serviço reais.
ATO - sinalização; material circulante
Abreviatura de Automatic Train Operation: sistema que permite dispensar a intervenção do maquinista na condução das composições.
ATP - sinalização
Abreviatura de Automatic Train Protection: sistema de repetição de sinais e controle automático de velocidade das circulações.
atravessamento de tangente especial - via
Atravessamento oblíquo de ângulo não standardizado.
atravessamento de vias - via
Cruzamento entre duas vias, segundo um determinado ângulo, estabelecido por intermédio de dispositivo adequado.
atravessamento especial - via
Atravessamento de ângulo não standardizado.
atravessamento oblíquo - via
Dispositivo abreviadamente designado ATO, destinado a estabelecer o cruzamento entre duas vias, segundo um determinado ângulo. É constituido por grades (carris e peças especiais obtidas a partir de carris, maquinando-os, ou por fundição, apoiados e solidarizados por travessas de comprimentos variáveis). Nos ATO existem duas Grades de Cróxima de 1 bico e uma Grade Intermédia, onde o cruzamento das duas filas de carris exteriores é garantido por Cróximas Duplas ou de 2 bicos.
atravessamento ortogonal - via
Dispositivo destinado a estabelecer o cruzamento, perpendicularmente, de uma linha com uma ou mais linhas mais importantes, geralmente para atravessar as linhas das estações com vagonetas. Ultimamente tem caido em desuso.
atravessamento simples - via
Atravessamento standardizado.
atribuição de canais - exploração
Disponibilização de um canal horário para uma ligação ferroviária.
atribuição de canais - exploração
Disponibilização de um canal horário para uma ligação ferroviária.
atribuição de canais horários - exploração
Disponibilização de um canal horário para uma ligação ferroviária.
atribuição dinâmica - telecomunicações
O mesmo que afectação dinâmica. Acção de atribuir os recursos de um computador às tarefas a cumprir, segundo critérios avaliados no momento em que a necessidade se apresenta.
atribuição dinâmica de recursos - telecomunicações
O mesmo que afectação dinâmica de recursos. Mecanismo de atribuição de recursos no momento da sua utilização. Por exemplo, atribuição dinâmica de memórias tampão necessárias a várias ligações.
atrito da estrutura articulada - material circulante
Atrito nas articulações da estrutura do pantógrafo. É dado pela diferença das forças de pressão nas articulações, com movimentos muito lentos de subida e descida da articulação superior.
audição pública - geral; ordenamento do território
Processo administrativo destinado a analisar as consequências que possam resultar da construção e exploração de um sistema de transporte para os objectivos de planeamento regional e técnico da administração pública (estudo de implantação ou estudo de viabilidade).
audiofrequência - telecomunicações
Frequência situada dentro dos limites audíveis pelo ouvido humano normal : factor essencial para uma transmissão da palavra com qualidade comercial, como deverá ser exigência nas estações de caminho-de-ferro.
aumento do entre-eixo da via - via
No sistema Maglev, Aumento da distância entre os eixos das vias de uma linha de via dupla, a fim de reduzir o aumento da pressão provocada pelo cruzamento dos comboios em túneis ou em plena via, nos casos de alta velocidade, ou a fim de permitir a instalação de aparelhos de mudança de via para as diagonais ou S de ligação, como no sistema Maglev.
auscultação dos carris - via; metalurgia
Exame ao estado (interno) dos carris.
auscultação ultra-sónica - via
Análise ao estado interior do carril, com recurso a ultra-sons, a fim de detectar defeitos de fabrico ou alterações da estrutura molecular devido a altas temperaturas provocadas pela patinhagem dos rodados. Esta auscultação é também efectuada nas soldaduras dos carris.
ausência de contacto - material circulante
Princípio que consiste em fazer levitar, guiar, motorizar e alimentar de energia um veículo sem contacto mecânico e, consequentemente, sem desgaste. Pode ser realizado, por exemplo, através do sistema de sustentação magnética com motor linear e gerador linear.
auto de Notícia - exploração
Documento legal no qual os agentes ajuramentados, no exercício das suas funções, devem denunciar as infracções previstas na I.E.T. N.º 83
auto de recepção - geral
Documento assinado pelo dono da obra e pelo seu executante, em que ficam consignadas as condições em que a obra é dada por finalizada e entregue para exploração.
automotora - exploração
Veículo ferroviário de transporte de passageiros dotado de motores de tracção.
automotora diesel -
UDD - Unidade Dupla Diesel
automotora diesel -
UDD - Unidade Dupla Diesel
autonomia - geral
Diz-se de um órgão (de uma estrutura hierárquica, por exemplo) que tem um pode funcionamento independente.
auto-portante - estruturas
Estrutura que é auto-sustentável.
autoridade de tutela - geral
Autoridade competente para aprovar e autorizar a exploração de um sistema de transporte.
autorização de manobra - exploração
Autorização dada por um Operador de Manobras (ex-Agulheiro) permitindo o comando local de uma instalação de segurança, com vista à execução de movimentos de manobras. 50(821)IEC
auto-sincronização - electricidade
Sistema que, através de uma combinação dos bits transmitidos, permite sincronizar o receptor com o emissor.
auto-transformador - electricidade
Transformador em que o enrolamento secundário faz parte do enrolamento primário. A alimentação do fio de contacto a partir de autotransformadores ao longo da via permite assegurar, a custos razoáveis, o transporte de energia eléctrica de tracção a partir da subestação, a uma tensão mais elevada que a do fio de contacto, e, assim, reduzir as perdas em linha.
AV - via
Abreviatura de Aparelho de Mudança de Via.
avaliação das consequências da tecnologia - geral
Avaliação dos riscos, para a sociedade e o ambiente, da utilização de certas técnicas ou tecnologias, de modo a proporcionar aos decisores, em tempo útil, as informações necessárias para um planeamento a médio e longo prazo.
avaliação de traçado - via
Apreciação, através de métodos adequados, de todos os dados técnicos e ecológicos disponíveis em relação a diversas variantes de traçado possíveis, com vista a encontrar o traçado que, sendo menos prejudicial para o ambiente, tenha também em conta, ponderadamente, os correspondentes custos de investimento (traçado óptimo).
avanço - exploração
Itinerário de Manobras que se dirige das linhas de estacionamento para o exterior da estação.
avaria de carril - via
Todo o defeito de carril, excepto fissura ou fractura, geralmente situado à superfície.
avaria de sinal - exploração
Não funcionamento de um sinal em consequência de falha do equipamento de sinalização.
avarias múltiplas - geral
Avarias independentes umas das outras que ocorrem durante um dado intervalo de tempo. Em técnica de segurança, exclui-se a possibilidade de ocorrência de duas avarias independentes durante um intervalo muito curto.
avisador acústico - via
Equipamento de segurança, manobrado por um agente especifico, dedicado à protecção de uma equipa de trabalhos numa via em exploração, ao avistar uma composição.
avisador sonoro - via
O mesmo que avisador acústico. Equipamento de segurança, manobrado por um agente específico, dedicado à protecção de uma equipa de trabalhos numa via em exploração, ao avistar uma composição.
aviso - exploração; sinalização
Operação realizada através de um sistema de anúncio e aviso que consiste na transmissão da mensagem de aproximação de circulações à zona dos trabalhos e na emissão do alarme aos trabalhadores.
aviso de chegada - geral
Aviso através do qual um transportador informa um destinatário que pode vir receber, num determinado local, um determinado artigo chegado em seu nome.
aviso de entrega - geral
Aviso dirigido pelo transportador ao expedidor, informando-o da entrega de determinado artigo ao destinatário.
aviso de impedimento à entrega - geral
Aviso da impossibilidade de entrega da mercadoria ao destinatário designado no documento de transporte devido à ausência, à recusa, ou outra qualquer razão.
aviso de remessa pendente - geral
Aviso enviado pelo transportador ao expedidor, informando-o que a mercadoria não pôde ser levada ao destinatário designado no documento de transporte e pedindo-lhe instruções.