Inovação

IP ligada ao futuro através do seu Plano de Inovação

“Mais do que destinos, ligamos o presente ao futuro” é o mote do Plano de Inovação da IP - Infraestruturas de Portugal. Para a IP, a inovação é um agente dinamizador da melhoria dos serviços que presta, originando novas soluções e produtos que fomentem a eficácia e conduzem a novos negócios.

O framework de inovação da IP concentra-se em seis vertentes estratégicas: âmbito de atuação, modelo de governação, atividades, parcerias, comunicação, captação de recursos. E identifica cinco áreas científicas e técnicas prioritárias onde a inovação é prioritária: mobilidade, asset management, ITS, segurança e operações.

Por forma a operacionalizar a inovação em toda a organização, o framework de inovação da IP propõe implementar um conjunto de iniciativas inseridas em sete áreas de atuação:

  1. Gestão de interfaces, que consiste em estabelecer procedimentos para a vigilância tecnológica centrados no acompanhamento da evolução do conhecimento científico e tecnológico, em torno das áreas científicas e técnicas consideradas prioritárias pela IP.
  2. Gestão de ideias, comporta implementar práticas para gerar, avaliar e gerir as ideias que possam contribuir para solucionar problemas existentes e dar origem a projetos de IDI, alinhados com a estratégia e necessidades da empresa.
  3. Gestão de projetos IDI, que constitui a definição de uma metodologia para o planeamento e acompanhamento dos projetos de IDI durante todas as fases de execução, estabelecendo mecanismos de sistematização da informação que permitam estruturar e planear os projetos de IDI.
  4. Cultura IDI, abrange o reforço da cultura de IDI em termos internos, através da sensibilização dos colaboradores para a importância da IDI e da criação de grupos de trabalho por áreas científicas técnicas prioritárias que dinamizem as atividades nesta área.
  5. Fomento do empreendedorismo, passa por incentivar uma cultura de empreendedorismo dentro da IP, através da colaboração com start-ups, no contexto das atividades de IDI da empresa.
  6. Otimização de parcerias, via o reforço da colaboração com entidades de C&T (ciência e tecnologia) através da otimização dos procedimentos necessários para o estabelecimento de parcerias.
  7. Estratégia de comunicação de IDI, com a implementação de uma estratégia de comunicação que garanta o aumento de visibilidade das atividades de IDI desenvolvidas pela IP, através da sua comunicação tanto para o exterior como dentro da própria empresa.

A existência deste framework de inovação possibilitou que, desde a fundação da IP em 2015, a empresa já tenha participado em 27 projetos internacionais de IDI, tendo atualmente 19 a decorrer, envolvendo a participação de cerca de 100 colaboradores.